Um site com o objetivo de ajudar os alunos a estudarem para o Enem e concursos

Tem uma pergunta, comentário ou preocupação? Nossa dedicada equipe de especialistas está pronta para ouvi-lo e auxiliá-lo. Entre em contato conosco através de nossas redes sociais, telefone ou email.

Um site com o objetivo de ajudar os alunos a estudarem para o Enem e concursos
Popular
Linguagem Verbal e Não Verbal

Linguagem Verbal e Não Verbal

Hoje neste artigo, vamos entender melhor a linguagem verbal e não verbal, dois jeitos que usamos para conversar e nos expressar todos os dias. Você vai descobrir como palavras, gestos e até silêncio nos ajudam a falar com as pessoas e entender o mundo. Pronto para saber mais sobre como usamos essas linguagens no nosso dia a dia?

O que é Linguagem Verbal e Não Verbal?

A linguagem é a ferramenta primordial que utilizamos para nos comunicarmos e nos expressarmos. Ela se divide em duas formas principais: a linguagem verbal e a não verbal. Na linguagem verbal, usamos palavras faladas ou escritas para passar mensagens. Ela envolve signos linguísticos e depende da estrutura da língua que falamos. Mas já a linguagem não verbal transcende as palavras, empregando outros meios, como gestos, expressões faciais, linguagem corporal e até o silêncio, para comunicar. Essa forma de linguagem é mais universal, mas ao mesmo tempo pode ser complexa, pois muitos de seus aspectos são culturalmente determinados.

Exemplos de Linguagem Verbal e Não Verbal

Dois amigos sentados no sofá conversando.


Quando pensamos na linguagem verbal, é útil olhar para as interações comuns do dia a dia. Por exemplo, quando estamos conversando com amigos, comunicando-nos por e-mails profissionais ou até mergulhando em um livro, estamos essencialmente nos engajando em comunicação verbal. Nessas situações, ela é a que nos permite trocar ideias, compartilhar histórias e conectar-nos uns com os outros. Leia mais.

Placa de proibido estacionar.

Por outro lado, pense numa placa de trânsito que tem um “E” com uma barra vermelha por cima. Ela está te dizendo, sem nem precisar de uma palavra, que é proibido estacionar ali. É um jeito direto de comunicação que todo mundo entende, não importa de onde vem ou que língua fala.

Linguagem Mista

Tirinha da história em quadrinhos de Turma da Mônica

Na linguagem mista, misturamos elementos verbais e não verbais para criar uma mensagem mais completa. Nas histórias em quadrinhos, por exemplo, os desenhos (não verbal) se unem aos diálogos (verbal) para contar uma história. Essa junção torna a comunicação mais rica e variada. Da mesma forma, em apresentações profissionais, slides visuais combinados com narração oral transmitem informações complexas de forma clara e eficaz.


Resumo sobre Linguagem Verbal, Não Verbal e Mista

  • Linguagem Verbal: Utiliza palavras, seja na fala ou na escrita. É usada para expressar pensamentos e ideias de forma clara e direta.
  • Linguagem Não Verbal: Emprega gestos, expressões faciais, posturas e outros sinais visuais. Pode complementar, reforçar ou contradize-lá.
  • Linguagem Mista: Combina elementos das duas linguagens. Exemplo: histórias em quadrinhos, onde imagens (não verbal) e diálogos (verbal) trabalham juntos para contar uma história.

Combinando as Linguagens Verbais e Não Verbais

Quando falamos, muitas vezes nossas palavras se misturam com ações para contar a história completa. Imagine alguém dando uma palestra: as palavras são importantes, mas os gestos das mãos, o contato visual e a postura dizem tanto quanto. Essa mistura de comunicação verbal e não verbal pode transformar uma simples conversa em algo realmente cativante. Por exemplo, um professor pode explicar uma ideia complexa e, para reforçar o ponto, usa um modelo ou um gráfico. Ou quando você conta uma história para um amigo e suas mãos voam pelo ar, seu rosto ilumina – isso tudo dá vida às suas palavras. Então, da próxima vez que você estiver ouvindo alguém, preste atenção não só no que é dito, mas também em como é dito. Esses dois modos juntos são o que tornam a comunicação verdadeiramente especial.

Qual a sua Importância?

A linguagem não verbal, muitas vezes, é a peça que completa o quebra-cabeça da comunicação. Ela pode confirmar o que dizemos com palavras, ou em alguns casos, até contradizer. Um sorriso, por exemplo, pode ser um sinal de felicidade ou, dependendo do contexto, um indicativo de sarcasmo. Isso mostra como é crucial entender não apenas o que as pessoas dizem, mas também como elas se comportam enquanto falam. Portanto, ler sinais não verbais tem tanta importância quanto entender palavras.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos!
URL
Post Anterior

Qual é a Maior Torcida do Brasil?

Próximo Post

Como Fazer Uma Introdução Nota 1000

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia mais

Figuras de Linguagem

Figuras de linguagem são expressões que se afastam do uso literal das palavras para criar significados mais…
Estudante com lápis na mão, focado na leitura do post sobre Figuras de Linguagem